IPTU e IPVA, pagar à vista ou parcelado?

IPTU_IPVA_a_vista_ou_parc

 

O Carnaval está chegando e o mês de fevereiro traz consigo algumas obrigações que os brasileiros conhecem muito bem.

 

Dentro de poucos dias estaremos pagando compulsoriamente o IPTU e o IPVA. O IPTU, Imposto Predial Territorial Urbano, é de cunho municipal. Já o IPVA, Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, é de competência estadual.

 

O fato de que pagamos impostos e não recebemos do estado o equivalente em serviços é sempre muito recorrente nas conversas informais, entretanto, apesar das reclamações do não cumprimento dos deveres do estado, boa parte da população que pode pagar estes impostos ousa não pagá-los.

 

Diante da obrigação que se impõe, e da opção dada pelas administrações estaduais e municipais, vale a pena pagar à vista ou parcelar?

 

Diferente do que pensa boa parte da população, não é uma conta simples. Intuitivamente, somamos todas as parcelas e depois dividimos esta soma pelo valor total à vista para chegamos em um percentual que julgamos ser o desconto que se ganharia ao optar pelo pagamento em uma única vez.

No entanto, a conta é um pouco mais complexa. Como não é objetivo deste post explicar os meandros da matemática financeira, segue link para uma calculadora simples, desenvolvida pelo Prof. Samy Dana em parceria com a Rede Globo, que tenho certeza será de grande valia aos leitores.

LINK PARA A CALCULADORA:

http://especiais.g1.globo.com/economia/2017/calculadora-ipva-e-iptu/

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *