Planejador Financeiro: carreira em ascensão no Brasil

Crescimento Planejadores

 

Uma profissão ainda nova no Brasil e pouco conhecida é a do Planejador Financeiro, multiespecialista com conhecimento sobre os diferentes instrumentos financeiros disponíveis no mercado de capitais, seguros, previdência pública e privada, tributação, entre outros. No Brasil, existem hoje cerca de três mil planejadores financeiros credenciados pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros, que fornece o CFP (Certified Financial Planner), certificação internacional que habilita o profissional, já que a carreira ainda não é regulamentada por lei. Nos EUA, no entanto, a carreira já é mais popular, somando mais de 75 mil profissionais CFP atuantes.

 

“No Brasil, cerca de apenas 20% trabalha de forma independente. A maioria está dentro dos bancos atendendo às grandes contas. Mas com a digitalização de diversos serviços bancários, bem como a consolidação/fusão entre bancos, muitos profissionais estão considerando atuar por conta própria, de forma independente. Para se ter uma ideia, nos últimos 10 anos, o número de planejadores certificados cresceu cerca de 1.500% no Brasil”, explica Paulo Marostica, embaixador na região Norte/Nordeste da Planejar.

 

Um planejador financeiro pode ter formações diversas, seja em Economia, Contábeis, Administração, Engenharia e até mesmo Psicologia. Ou seja, é preciso ter habilidade para números, mas também saber lidar com o “fator humano”. “Isto porque o profissional, ao elaborar um planejamento financeiro individual ou familiar, precisa considerar fatores mais abrangentes sobre a vida do cliente, e não apenas coletar seus dados financeiros. É preciso entender seus hábitos, sua personalidade, modo de vida, histórico da família, situação financeira dos filhos, entre outros aspectos”, afirma Paulo Marostica.

 

Com este diagnóstico em mãos, o planejador pode orientar o cliente a organizar suas finanças, pode ajudar a identificar oportunidades de aumento de ganhos e diminuição de despesas e desenvolver uma estratégia de investimentos. Ou seja, o planejador financeiro ajuda o cliente a pensar nos seus objetivos futuros e em como alcançá-los. Além disso, o profissional pode atuar, ainda, em palestras de conscientização financeira para empresas e grupos ou em cursos de educação financeira sob medida.

 

CFP Para conquistar o Certified Financial Planner, o profissional precisa passar por uma série de avaliações, divididas em seis módulos. Planejamento financeiro e ética, gestão de ativos e investimentos, planejamento de aposentadoria, planejamento de riscos e seguros e planejamento fiscal estão entre os temas que o candidato precisa dominar para receber a certificação. O processo completo pode durar até um ano e meio para ser finalizado, a depender da disponibilidade do candidato em realizar as avaliações.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *